PRIORIDADES DA DIRETORIA DA CONVENÇÃO – GESTÃO 2018 – 2021 Avaliação, reflexão e desafios

A gestão 2018-2021 da Diretoria da Convenção Holiness (DC) definiu cinco pilares de prioridades para direcionar suas ações e da denominação neste período. Passados 2 anos iniciais da gestão, realizamos uma avaliação na busca de estabelecer desafios e ações necessárias para os próximos 2 anos. Nesta avaliação também foi considerada a perspectiva de novas prioridades necessárias.

1. Dar maior eficiência, agilidade e participação no trabalho da DC

Ações Realizadas:

– Responder de forma rápida às consultas via formulário;

– Definições áreas de autonomia – presidência, departamentos, Grupos de Trabalho;

– Transparência nas ações, planos e dificuldades;

– Trabalho da Sede para obtenção de isenções e recuperação de valores;

– Disponibilização de materiais, relatórios… nos diversos canais de internet (site, YouTube, …);

– Formação de Grupos de Trabalho – GT

Ações Necessárias:

– Fazer um acompanhamento mais próximo dos GT´s procurando estar presente e encorajando ações conjunto com a DC.

– Incentivar maior uso dos canais de internet (site, YouTube, …) onde estão disponibilizados materiais, relatórios…

– Divulgar e coordenar um movimento de voluntariado leigo para auxiliar em diversas áreas de serviços

2. Adequar a formação, avaliação e capacitação de ministros para a realidade atual

Ações Realizadas:

– Realização de um piloto de avaliação de ministros e igrejas, com as pastoreadas pelos membros da DC

– Pelo Departamento de Educação foram realizados treinamentos com ministros em formação (Cooperadores e candidatos)

– Atualização Ministerial e Retiro de Ministros com temáticas relevantes ao ministério pastoral (Libertação e Cura, Ministério e Família)

Ações Necessárias

– Aplicar avaliação de todas igrejas e ministros

– Aplicar teste psicológico com os novos cooperadores nomeados e que ainda não fizeram e com os candidatos em processo.

– Continuar a tratar o tema da Libertação e Cura em futuros eventos e outras ações nesta direção.

3. Incentivar uma espiritualidade vibrante que equilibre doutrina e prática que contemple de forma mais integral os vários aspectos do relacionamento com Deus.

Ações Realizadas

– Formação do GT Espiritualidade Vibrante

– Vivenciar nos eventos oficiais momentos de espiritualidade vibrante de forma mais ampla e integral

– Apoio aos eventos que proporcionam espiritualidade vibrante, como ADORE, Congresso das Mocidades…

– Incentivar a realização de eventos que proporcionem a vivência de uma Espiritualidade vibrante nos parâmetros estabelecidos.

– Proporcionar “momentos de consertos” e reconciliação na relação com a DC/Junta Administrativa, entre ministros e outras instâncias de relacionamento.

– Elaborar orientações sobre ações práticas que cada igreja/região poderia adotar e comunicar nos concílios regionais

– Realizar durante a AG 2021 um evento de avivamento usando os cultos à noite e encerramento

4. Fazer ajustes no sistema de assistência médica e previdência dos ministros

Ações realizadas

– Contratação de Plano de Saúde para todos os ministros e definição de novas regras do Fundo de Assistência Médica

– Aprovação de proposta que cria um fundo previdenciário e estabelece regras relativas à aposentadoria dos ministros denominacionais de dedicação exclusiva

5. Incentivar o crescimento da igreja local de forma integral, inclusive o numérico

Ações Realizadas

– Formação de GT de Evangelização e GT de Revitalização de Igrejas

Ações Necessárias

– Realizar um painel com os ministros das igrejas que estão crescendo sobre o que tem ajudado no crescimento

– Incentivar os ministros a que em conjunto com suas lideranças conheçam igrejas e ministérios que estão crescendo no intuito de aprender e contextualizar princípios.

Novas Prioridades

6. Cuidar da saúde física e emocional dos ministros

Ações Necessárias

– Orientar os ministros acerca dos recursos disponíveis na área de cuidado com a saúde física e emocional

– Nas visitas da DC nos anos de AG conversar abertamente sobre os cuidados que os ministros têm tomado com a saúde física e emocional

7. Elaborar um plano de contingência financeira

Diante do quadro recessivo profundo que esperado decorrente da crise desencadeada pelo coronavírus

Ações Necessárias

– Elaborar um plano de redução das despesas trabalhando para que as reservas sejam suficientes para suportar esse momento.

– Elaborar em conjunto com as igrejas um plano emergencial de orientação e suporte financeiro


Em resumo, nossa tarefa agora é buscar em oração e reflexão estabelecer estratégias e ações que de fato possam levar nossas igrejas a viverem de forma vibrante a nossa fé, experimente crescimento e possa cumprir com os propósitos de Deus.

Finalizo repartindo o texto bíblico que Deus tem colocado em meu coração neste início de ano, e penso ser ele uma palavra profética para nossa denominação:

“Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não a reconhecem? Até no deserto vou abrir um caminho e riachos no ermo.”
Isaías 43:19 (NVI)

Convido você a se unir a nós em oração, busca e ações para que juntos possamos reconhecer o que Deus já está fazendo em nosso meio, na certeza de que este será um ano de abundância no Senhor.

Eduardo Goya

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *